Amistarium
Amistarium
Amigos, Contactos, Busco chico, Busco chica – 100% gratis

27
ene 14

Mulher não sente atração por homem em carro esportivo

Más notícias para solteiros que investiram pesado em carros esportivos para atrair a atenção do sexo oposto

As mulheres não se sentem atraídas por homens que dirigem carros esportivos. Ao menos foi isso o que revelou uma pesquisa realizada no Reino Unido pelo site Motors. Mais da metade das entrevistadas disseram que não se sentem atraídas por homens no volante de automóveis esportivos caros porque eles transmitem uma imagem de arrogância.

Ferrari vermelha na estrada

Mulher acha arrogante homem que dirige carro esportivo caro

Já os motoristas de hatchs são considerados mais modestos por elas. E cada vez mais mulheres demonstram interesse em homens que conduzem carros “verdes”, ecologicamente corretos, no lugar dos movidos por combustíveis tradicionais. Alguns modelos citados foram o Toyota Prius e o Nissan Leaf, considerados veículos conscientes, inteligentes e seguros.

No total, 53% das participantes acham arrogantes os homens que dirigem esportivos de alta gama, enquanto 44% dizem que eles são egocêntricos. As que acreditam que eles representam um perigo nas estradas chegam a 38%.

O portal britânico Motors reuniu um total de 2 mil respostas que mostraram que 48% dos homens entrevistados pela web estão equivocados: eles pensam que ter um carro esportivo caro ajuda a ter sucesso entre as mulheres. De forma paralela, 44% dos entrevistados disseram que mulheres no comando de grandes carros 4×4 passam imagem de arrogantes, e 29% deles as veem como rudes.

Só houve um ponto em que homens e mulheres pareceram concordar: o de que os carros deveriam ser pretos.

Via Motors


28
abr 14

Um guia científico para o primeiro encontro

O primeiro encontro é sempre complicado. Ao mesmo tempo em que tentamos causar uma boa impressão, temos de descobrir o que a outra pessoa está pensando ou como reage às nossas investidas para ver se vale a pena continuar a história. Nesses momentos, nem sempre é possível ser objetivo. Mas o site Lifehacker reuniu algumas dicas científicas que vão ajudar você a encarar essa primeira conversa com sucesso. Confira.

Dicas para o primeiro encontro

 

Mantenha o papo interessante e arrisque-se nas perguntas

A conversa do primeiro encontro precisa ser equilibrada, já que você precisa aprender mais sobre seu par e, ao mesmo tempo, impressioná-lo. Um estudo da Personality and Individual Differences revelou que piadas e assuntos ensaiados têm um efeito negativo nessa hora, e recomenda que você recorra a temas mais leves, como os culturais ou esportivos, no lugar de outros mais formais, por exemplo finanças pessoais.

Para saber mais sobre a pessoa, evite perguntas sérias como “o que você faz?” ou “onde estudou?”, já que não são nada românticas. O economista comportamental Dan Ariely recomenda partir para questões que revelem a personalidade da pessoa, mesmo que sejam arriscadas. Um exemplo é “quantas parceiras ou namoradas você já teve?”. A ideia é evitar ao máximo os estereótipos e a dominância do papo, tornando-o mais animado.

Olho no olho na medida certa

Um recente estudo publicado na Psychological Science revela que manter o contato visual por muito tempo pode transmitir uma ideia de confronto. Por isso, o jornal The Wall Street Journal sugere que um total de 7 a 10 segundos de olho no olho de cada vez é suficiente para demonstrar interesse e mostrar que você é uma pessoa segura de si mesma. Não abuse do recurso.

Imite o seu par (mas não exagere)

Mimetizar as expressões, o comportamento e os gestos da outra pessoa é um sinal inconsciente de afeto. Em um estudo publicado na revista Social Influence, pesquisadores descobriram que os homens gostavam mais de mulheres que agiam de forma parecida a eles. E isso pode ocorrer tanto no âmbito dos movimentos corporais quanto da fala.

Domine sua linguagem corporal

Tente compreender melhor a linguagem corporal para não emitir sinais negativos. Em um relatório do Journal of Experimental Social Psychology, recomenda-se que você seja comedido nos seus movimentos físicos. Como a pessoa é, em teoria, uma “estranha”, seja econômico nos gestos, faça movimentos lentos. E conforme surja intimidade entre vocês, sinta-se à vontade para agir mais rápido e animadamente. Outra observação importante é que os homens devem evitar a postura de “macho dominante”, assim como gabar-se do que são ou possuem, por exemplo do carro novo, e as mulheres precisam combater posturas distantes e esnobes.

Seja direto quanto aos seus planos

Evite dar indiretas para pescar respostas. Se quiser chamar a pessoa para tomar algo em outro lugar ou marcar um novo encontro, simplesmente faça as propostas de forma direta. Segundo uma análise da Personality and Individual Differences, as pessoas são mais receptivas a perguntas diretas como “podemos sair novamente na próxima terça?”.

Depois de todos esses conselhos, o portal Lifehacker também lembra detalhes importantes: não beba demais, vista-se de forma interessante e não dê muita importância para primeiras impressões.


14
feb 14

Sabia que é sexy economizar dinheiro?

Boas notícias para quem é obcecado por economizar centavos e encontrar as melhores ofertas na hora das compras

Ser uma pessoa econômica – ou mesmo pão dura - ajuda no jogo da sedução. Ao menos é isso o que indica um estudo da Escola de Negócios Ross, pertencente à norte-americana Universidade de Michigan, intitulado “Um centavo guardado é um parceiro conquistado: o atrativo romântico de quem poupa”.

Você pode pensar que deseja uma pessoa que deixará a precaução financeira de lado em favor de viagens a lugares paradisíacos, joias caras, jantares em restaurantes finos. No entanto, na prática, os pesquisadores descobriram que é mais sexy aquele que tem autocontrole e consegue economizar parte de sua renda.

Saber economizar dinheiro conta pontos no jogo da sedução

Saber economizar dinheiro conta pontos no jogo da sedução

“Você pode pensar que gastar dinheiro é mais atrativo porque bolsas, relógios de marca e outros gastos do tipo são mais visíveis”, disse Jenny Olson, pesquisadora da Ross, à agência de notícias Reuters. “Mas todos esses objetos e compras podem ser vistos como inúteis e uma falta de controle sobre si mesmo”, completou.

Ninguém quer ter de recorrer ao banco, a uma poupança ou fundo de emergência, para resolver problemas do dia a dia, não é mesmo? Por isso, cortar cupons ou esperar uma queima de estoque contam pontos a seu favor durante a conquista porque mostram que você tem uma estratégia e controla bem seus recursos financeiros.

De forma adicional, uma outra pesquisa realizada nos Estados Unidos mostrou que falar da quantidade de pontos no cartão de crédito nos primeiros encontros é mais comum do que se imagina. Quem diria que esse tema poderia chegar a ser afrodisíaco, hein?

Agora que você já sabe que ser econômico também é sexy, melhore sua lábia, transmita suas habilidades financeiras para o seu alvo e saia na frente no jogo da conquista!


27
feb 14

Mecânica também é assunto de mulher

Curso Mecânica Interativa para Mulheres, da Volkswagen, acontece no dia 15 de março

Foi-se o tempo em que mecânica era um tema exclusivo da ala masculina. Hoje, além de excelentes motoristas, as mulheres também estão cada vez mais entendidas em questões automotivas. Para se aproximar do público feminino e comemorar o Dia Internacional da Mulher, a Volkswagen organizou um curso grátis na área, chamado Mecânica Interativa para Mulheres.

Curso da Volkswagen Mecânica Interativa para Mulheres acontece e 15 de março

O curso da Volkswagen “Mecânica Interativa para Mulheres” acontece no dia 15 de março

No evento, que será realizado em 109 concessionárias da marca espalhadas pelo país, as participantes terão contato com os fundamentos do funcionamento e da manutenção de automóveis. A ideia é reforçar dicas ligadas à conservação e preservação do veículo entre as consumidoras da fabricante, evitando assim gastos desnecessários de dinheiro.

Desenvolvido pelo departamento de pós-venda da Volkswagen para atender às necessidades específicas do público feminino, o curso será ministrado no dia 15 de março em 16 estados, além do Distrito Federal.

Depois do workshop, elas saberão exatamente do que o carro precisa quando apresentar sintomas como aumento do consumo de combustível e da temperatura do motor, além da entender melhor como estão formatadas as revisões periódicas do carro.


08
ene 14

Seguro de automóvel sai mais caro para homens solteiros

Homens solteiros são a categoria de motoristas que paga mais pelo seguro de carro: em média, 2.151,78 reais

O valor do serviço é 21,67% maior em comparação ao mais barato, que corresponde à mulher casada: R$ 1.685,30. O homem casado ocupa a segunda posição na tabela, pagando R$ 1.851,48, e a mulher solteira vem em terceiro, com R$ 1.843,32.

Mulher casada tem o seguro de carro mais barato

Mulher casada tem o seguro de carro mais barato

Para descobrir o valor médio do seguro de automóvel para pessoas de ambos os sexos com diferentes estados civis (solteiras e casadas), o portal Prestum Seguros fez cotações em cinco diferentes seguradoras entre 11 e 12 de novembro. Os dados são de versões de entrada dos dez carros mais vendidos em outubro, de acordo com a Federação Nacional de Distribuição de Veículos Automotores (Fenabrave).

O tipo de seguro que serviu de parâmetro para esta análise inclui franquia básica e oferece cobertura para incêndio, roubo e danos a terceiros. Já o perfil utilizado foi o de pessoas de 40 anos, que vivem e circulam pelo centro de São Paulo (CEP 01506-000), sem filhos com mais de 18 anos, com garagem no trabalho e em casa e sem históricos de sinistros.

Confira abaixo as cotações de cada modelo de carro para os perfis citados acima:

Preço do seguro do carro para homens solteiros

Preço do seguro do carro para homens solteiros


17
mar 14

Descubra a cor de carro preferida de homens e mulheres

Homens curtem mais carros vermelhos e mulheres se decantam pelo prata

Vermelho é a cor de carros mais popular entre os homens, enquanto as mulheres dão preferência para o prata com relação a outras tonalidades. A informação foi revelada recentemente por um estudo assinado pelo buscador de veículos iSeeCars.com.

Ford Mustang vermelho

O site passou um ano monitorando e analisando as cores e os tipos de carros mais acessados por seus internautas. “Uma coisa é dizer que você gosta de uma cor; outra, é de fato seguir adiante no processo de compra e pedir informações sobre o tom do automóvel ao vendedor”, diz Phong Ly, cofundador e CEO do iSeeCars.com.

Durante esse tempo, foram avaliados 30 milhões de carros usados e milhares de consumidores que pediram mais dados sobre os veículos pelo portal.

De forma geral, os homens têm uma forte preferência por carros vermelhos, deixando as mulheres para trás por 12,3%. As cores que vêm em seguida no gosto deles são o laranja, 11,8% mais em comparação com a preferência feminina,  e o preto, por 9,6%. Já as mulheres têm uma forte queda pelo prata, superando os homens em 9,1%, e pelo dourado, por 7,3%.


31
mar 14

Maioria dos casais briga durante as férias

Finanças, preferências de cada um e excesso de atividades são os principais motivos

As férias a dois – hora de aproveitar o tempo livre na companhia da pessoa amada – podem acabar em discussão por razões bastante comuns. De acordo com uma pesquisa do Club Med, a maioria dos casais briga durante a ocasião por motivos perfeitamente contornáveis.

Segundo o estudo, 54% das pessoas que viajam em casal discutem ao definir as atividades que vão realizar no período. Os homens, por exemplo, brigam quando suas parceiras não topam fazer muitos passeios e visitas, ou quando elas dedicam muito tempo à leitura vacacional ou à arrumação da mala.

Por que os casais brigam nas férias

Por que os casais brigam nas férias

Já as mulheres são mais propensas a discutir quando pressionadas a participar de muitos eventos. Aos pesquisadores, 19% delas expressaram desgosto ao ter que se envolver em muitas atividades junto com o parceiro quando tudo o que queriam era relaxar.

O uso do dinheiro também gera muitos problemas. Essa razão foi citada por um em cada quatro entrevistados, ou 23,5% dos respondentes. “Como diz o ditado, os opostos se atraem; logo, não foi surpreendente escutar que os membros do casal desejam ter diferentes experiências nas férias”, disse a gerente-geral de Club Med para a Austrália, Madeleine Clow. “O segredo para férias felizes é aceitar que vocês não precisam passar todo o tempo juntos.”

A empresária dá algumas dicas para aproveitar as férias e superar essas rixas comuns. “Reserve tempo para cada um gastar como quiser – seja descansando, passeando ou experimentando uma nova atividade. Encontrem-se para um jantar romântico mais tarde – você vai esperar ansiosamente para ver seu companheiro e falar sobre o que fez durante o dia no encontro.”


25
mar 13

Aplicativos Android de namoro mais baixados

Aqui você vai conhecer cinco apps incríveis que vão ajudá-lo encontrar a alma gêmea ou fazer novos amigos no conforto e tranquilidade da sua casa

Se antes a falta de tempo era usada para justificar a ausência de um parceiro, agora a realidade é outra: só está sozinho quem quer.  Hoje, é possível encontrar um namorado ou simplesmente flertar e fazer amigoscom a ajuda de aplicativos sofisticados, capazes de pesquisar candidatos com base na personalidade epreferências do usuário, além de identificar em tempo real os solteiros que circulam ou moram perto.

 

————————————————————————————————————————————————————–

1. Badoo leva a sério o ditado “amor sem fronteiras” ao reunir na sua rede pessoas de vários países que se comunicam em 20 diferentes idiomas, inclusive o Português. Usuários podem usar o bate-papo para conhecer pessoas ou encontrar o parceiro ideal, fazer upload de fotos e vídeos e conferir quem visitou o perfilApp gratuito, em Português.

—————————————————————————————————————————————————————

2. OkCupid vai buscar um parceiro  a partir  de critérios que são compatíveis com o perfil do usuário, aumentando as chances do namoro dar certo. Para isso, ao criar o perfil a pessoa precisa responder diversas questões e realizar testes. O aplicativo também notifica quando alguém compatível está na mesma região que o usuário (Geo-Dating). App gratuito, em inglês.

—————————————————————————————————————————————————————

3. SpeedDate segue o mesmo conceito offline, onde o usuário troca idéias com outras pessoas de forma objetiva num bate-papo de cinco minutos. Caso haja compatibilidade, contatos como email e telefone são trocados. App gratuito, em inglês.

—————————————————————————————————————————————————————–

4. Zoosk permite procurar a cara-metade na região onde mora, para isso basta inserir o código postal. Outra vantagem é a pesquisa avançada, com  inserção de detalhes como altura, religião, política e educação. App gratuito, em Português.

—————————————————————————————————————————————————————-

5. Gay Chat & Dating Jack´D coloca o usuário em contato com umacomunidade gay que conta com mais de 1,7 milhões de membros. Assim como outros aplicativos do gênero, oferece testes de compatibilidade, notificações e upload de fotos. App gratuito, em inglês.

—————————————————————————————————————————————————————-

É possivel fazer o download de uma versão gratis dos aplicativos  desde Android Lista.


10
dic 12

Cada vez más común en las webs de contactos buscar una pareja de mayor edad

La madurez, la comprensión de la sexualidad y la seguridad son las razones más barajadas por hombres y mujeres a la hora de buscar una pareja sentimental mayor por Internet.

 

 

“Mi novio y yo nos llevamos quince años”. Esta frase hubiera sorprendido hace unos años, pero actualmente es de lo más habitual. Cada vez son más las mujeres (y también los hombres) que buscan la madurez en sus relaciones de pareja, y ello implica encontrar el amor en compañeros de edades dispares.

 

La búsqueda de pareja entre personas de diferente edad, se hace habitual en las webs de contactos: Hollywood ya ha demostrado que parejas que se llevan veinte o treinta años pueden tener un final feliz. En pleno siglo XXI, se busca madurez y comprensión en una pareja: el detalle de las casi dos décadas de diferencia se puede pasar por alto.

 

La madurez es lo que Sandra C., española de 29 años, buscaba en un hombre, y por ello no le importó la diferencia de edad en el amor: “En la universidad estuve saliendo con chicos de mi edad, incluso alguno más joven que yo. No me sentía cómoda, no teníamos los mismos intereses, y muchas veces eran relaciones esporádicas porque no querían un compromiso serio”. Cuando Sandra acabó la carrera y comenzó a trabajar en un bufete de abogados conoció a David a través de la página de contactos  de Amistarium: “Era 17 años mayor que yo, pero no me importó: era inteligente, seguro de sí mismo y cosmopolita. Y sabía lo que quería de una relación. Sentí una conexión total”. El sexo fue uno de los mejores descubrimientos de salir con alguien mayor: “cuando estoy con él me siento más consciente de mi cuerpo, más desinhibida: me ha enseñado a conocer mejor mi propia sexualidad”

 

Algo similar le ocurrió a Alfredo F.  un mexicano de 24 años: “Jacqueline era profesora. Cuando nos conocimos, tenía 38 años, una mujer italiana madura, la más guapa y sexy que he visto en mi vida. Contactamos a través de Amistarium y empezamos a hablar: era inteligente, divertida y no estaba constantemente preocupada por su aspecto”. La relación duró un año, pero siguen siendo amigos. “Me abrió los ojos sobre todo lo que te puede aportar la persona que está a tu lado”.

 

La diferencia de edad en las parejas ya no es un obstáculo, ni siquiera a la hora de conocer a potenciales candidatos: gracias a las webs de contactos es posible encontrar una pareja con la que compartamos gustos y aficiones, a la vez que sea madura, comprensiva y seria. Gracias a los perfiles personalizados y verificados, en Amistarium-Datanta se puede encontrar a una persona afín, con la que compartir buenos momentos. Una excelente razón para explorar cualquiera de las webs que Amistarium-Datanta tiene en más de 20 países… y encontrar el amor.


20
ago 12

Las webs de contactos ayudan a emigrantes a hacer amigos y encontrar pareja

La movilización de personas  a otros países en busca de trabajo ha hecho que las webs de contactos sean más necesarias que nunca a la hora de conocer gente

Son muchas las personas que han decidido emigrar a otros países en busca de una oportunidad laboral que les permita mejorar su calidad de vida.

 

Según cifras de la División de Población de las Naciones Unidas y BBVAresearch, entre 1990 y 2010 el número de migrantes internacionales en el mundo aumentó 1.4 veces, siendo el número más alto, el de mexicanos y rusos con 11.5 millones de personas. Uno de estos países de destino es Estados Unidos, donde en 2008, unos 963 mil mexicanos se trasladaron, de los cuales el 49%  buscaba trabajo.

 

No obstante en estos años de crisis en los países de acogida de Estados Unidos y Europa esta emigración está variando y nacionalidades como la española o italiana se suman a la búsqueda de una vida mejor en Alemania, Reino Unido o Australia.

 

Todo y con esas mejoras laborales y económicas, no es menos cierto que quien viaja fuera de su país, su cultura y su idioma, siente un cierto vacío emocional que es difícil de llenar. Es ahí donde entran en juego las webs de contactos, una manera de buscar amigos aunque estés fuera del hogar.

 

Hacer amigos por Internet con las webs de contactos

 

Hay varios factores que favorecen la popularización de las webs de contactos: en primer lugar, la facilidad a la hora de hacer amigos de otros países y conocer gente de todo el mundo.

 

Si se emigra a algún país, nos será posible contactar con más personas en un período de tiempo menor que si vamos a una discoteca, a un club o intentamos trabar amistad en el trabajo.

Pero no sólo eso: si lo que queremos es encontrar personas que se ajusten a un determinado perfil (tanto si queremos conocer a nativos de nuestro país, como a personas naturales del lugar en el que estamos, ya sea el barrio o la ciudad) nos va a ser posible, ya que podremos seleccionar a personas que tengan que ver con nuestros gustos, aficiones, etc., gracias a la descripción que realiza cada usuario de sí mismo.

 

Es el caso de Marta, una joven española que se fue a Australia en busca de un futuro mejor. Y así fue, encontró un buen trabajo, con un sueldo acorde a tus estudios.

 

Pero Marta sentía el peso de la soledad en un país extranjero, y no era sencillo hacer amigos. En un momento de inspiración, puso un anuncio en una web gratuita de contactos. Fue el primer paso para conocer a Evan, un joven australiano aficionado al surf y a la ópera, que a Marta le encantaba. Al cabo de tres semanas, Evan le pidió a Marta que salieran juntos. Hoy, tres meses después, son una pareja inseparable. Un encuentro providencial, pero no casual en el que entró en juego la web de contactos Amistarium-Datanta.

Algunos de los países donde puedes encontrar las webs de contactos de Amistarium-Datanta:

Italia, India, Francia, Portugal, Brasil.